Produtos para SOA e BPM: CeBIT: Software AG está apontando para o topo

Anonim

Após a aquisição da Webmethods e as ambiciosas metas de crescimento do ano anterior, o CEO Karl-Heinz Streibich estabelece um padrão ainda mais alto. O volume de negócios da Software AG deverá dobrar a cada cinco anos, anunciou o gerente em uma conferência de imprensa na CeBIT. A margem de lucro aumentará um por cento a cada ano. Streibich: "A Software AG está buscando uma posição entre as dez maiores empresas de software do mundo dentro de cinco anos". Os moradores de Darmstadt esperam um crescimento orgânico de 10% ao ano, o resto deve contribuir com aquisições adicionais.

Quem estiver entre os possíveis candidatos a aquisição não poderá trair Streibich. A Software AG mantém uma lista de seis a dez fabricantes interessantes, especialmente do ambiente SOA. Se o especialista irlandês em middleware Iona pertence a ele, como já foi comentado várias vezes no setor, ele deixou em aberto. Para o atual ano fiscal, o gerente espera um crescimento de receita entre 24 e 27%. A Software AG alcançará sua meta de aumentar as vendas para um bilhão de euros até 2011, um ano antes.

Os Hessians continuam focados principalmente no mercado de arquitetura orientada a serviços (SOA) e gerenciamento de processos de negócios (BPM). De acordo com uma previsão do Gartner, as vendas nesse segmento devem crescer em média 12, 5% ao ano entre 2006 e 2011. Para 2011, os Auguren esperam um faturamento de 17 bilhões de euros em todo o mundo para produtos SOA e BPM.

No futuro, a Software AG deve promover sua parceria com o provedor de serviços de TI GFT. Entre outras coisas, a empresa, especializada em clientes do setor financeiro, possui um centro de desenvolvimento no Brasil, que pretende usar a Software AG como um local próximo da costa para sua clientela nos EUA. O Brasil é estrategicamente importante para os planos de expansão, diz Streibich. No ano atual, ele quer gerar no país sul-americano entre 20 e 30 milhões de dólares em vendas.

Além dos sistemas SOA e BPM da família Webmethods, a Software AG continua a confiar na unidade de negócios Enterprise Transaction Systems (ETS). Isso inclui os produtos mais antigos, principalmente o banco de dados Adabas e a linguagem de programação Natural. Nos próximos três anos, a gama de produtos será significativamente expandida, disse Mark Edwards, que lidera a divisão como Diretor de Operações. O fabricante investia cerca de 50 milhões de dólares a cada ano. O roteiro até 2010 prevê uma duplicação dos componentes disponíveis do Adabas. O mesmo se aplica às extensões dos produtos naturais. O membro do conselho Peter Kürpick anunciou o "Application Modernization Suite" para a divisão Webmethods. Por trás disso, há uma coleção de ferramentas projetadas para ajudar as empresas a integrar aplicativos de mainframe em uma SOA.

Mais informações sobre SOA e Gerenciamento de processos de negócios podem ser encontradas no blog de especialistas SOA atende ao BPM. (Wh)